Alertas Sobre a Chegada do Furacão Willa na Costa do México

Meteorologistas do Centro Nacional de Furacões do Estados Unidos (NHC), transmitem alerta. Se aproxima o furacão Willaa da costa do México. Nesta segunda-feira (22), foi constatado que o mesmo, vem ganhando força e atinge a categoria 5, na escala Saffir-Simpson. Apresentando ventos de até 260 km/h.

Porém ainda em ascensão, pois continua ganhando força ao avançar pelo o Pacífico. Na manhã de domingo o furacão estava a 390 km das cidades da costa do México. Entretanto, na manhã de segunda, constatou-se que já se aproximava, estava 285 km da costa.

Quando o Furacão Willa Atingirá a Costa?

De acordo com a NHC, o furacão Willa atingirá a costa do México na próxima terça-feira (23), entre a tarde e a noite. Estima-se que a sua aproximação poderá provocar tempestades, chuvas fortes e até enchentes. Afirmou: “Os ventos máximos aumentaram para 260 km/h, com rajadas ainda mais fortes. Willa é um furacão categoria 5 e extremadamente poderoso”.

O furacão tem possibilidade de atingir a costa ocidental, indo em direção ao litoral das cidades de Puerto Vallarta e Mazatlan. Com isso, seus efeitos poderão ocasionar um aumento da maré. “Prevista para produzir tempestades com risco de vida, vento e chuvas em partes do sudoeste e do centro-oeste do México, a partir de terça-feira”, declarou a NHC.

Furacão WillaFuracão Willa em Direção a costa do México – Youtube

Enquanto isso, o furacão Vicente, vai perdendo força. Para os meteorologistas, provavelmente, ele irá se enfraquecer até a noite desta segunda ou terça-feira. Considerado uma “ameaça menos potente” ao sul do Pacífico, para o México.

Veja também, Presidente Donald Trump ameaça enviar trompas para fronteira com o México…

No início do mês de outubro, o furacão Michael, atingiu a cidade da Florida nos EUA, com ventos de 250 km/h. Classificado na categoria 4, considerado um furacão com efeito catastrófico,com chuvas intensas e ondas gigantes. Foi declarado ordem ou aleta para cerca de 500 mil pessoas saírem de suas casas.

Antes de chegar a Flórida, o furacão passou por Honduras, com tempestade forte e enchentes. Deixando 13 mortes.

Juliangela Pereira

Juliangela Pereira

Brasileira, casada, formada em Gestão de Recursos Humanos pela Faculdade Pitágoras BH. Atuo como redatora de conteúdo, levando a informação de forma rápida, clara e objetiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *