Boletim Médico de Bolsonaro Declara Boa Evolução Pós Cirurgia

O boletim médico de Bolsonaro declarou que o presidente tem boa evolução após a terceira cirurgia que foi submetido. Esta cirurgia foi para retirada da bolsa de colostomia fixada após ataque com faca em setembro de 2018.

Na ocasião, o então candidato a presidência do Brasil, foi atacado com uma faca durante um ato de campanha eleitoral. O golpe foi na região do abdome. Sendo socorrido imediatamente e operado duas vezes sequencialmente.

Veja também Bolsonaro

Boletim Médico de Bolsonaro Logo Após Deixar a UTI

Bolsonaro segue internado no Hospital Israelita Albert Einstein em São Paulo. A cirurgia para retirada da bolsa de colostomia foi realizada com sucesso.

“Não há disfunções orgânicas e os exames laboratoriais estão estáveis. Continua em jejum oral, recebendo os nutrientes por via endovenosa”, declaram os médicos através de boletim.

E completaram: “Estão sendo mantidas as medidas de prevenção de trombose venosa e realizados exercícios respiratórios, de fortalecimento muscular e um período de caminhada fora do quarto. Por ordem médica, o paciente segue com visitas restritas”.

Contudo, após a saída da UTI o presidente exerce o seu mandato mesmo no quarto do hospital. Conforme os médicos sua condição clínica possibilita isso. Toda a estrutura necessária para que Bolsonaro receba ministros, faça pequenas reuniões ou videoconferências está montado.

A imprensa, o porta voz da presidência, Otávio Rêgo Barros, resumiu a situação do presidente. Disse que mesmo que seja difícil manter o repouso, ele tem se esforçado: “O presidente é difícil, ele está falando já. A despeito do médico dizer para ele ficar calado, ele já está falando.”

E detalhou: “Hoje ele despachou tête-à-tête com o doutor João. Eu diria que ele vem tentando se adaptar-se à essa recomendação, mas o espírito dele é liderar pelo exemplo, pela conversa, pela convicção daquilo que vem pondo aos seus ministros.”

“Eu tenho de reconhecer que é difícil e ainda ele se domina nessa questão de falar, mas tem procurado atender aos ditames que os médicos lhe impõem”, finalizou.

Ideias da fonte: G1

Juliangela Pereira

Juliangela Pereira

Brasileira, casada, formada em Gestão de Recursos Humanos pela Faculdade Pitágoras BH. Atuo como redatora de conteúdo, levando a informação de forma rápida, clara e objetiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *