Bolsonaro Teria Usado WhatsApp como Contra PT

Na reta final das eleições para presidência do Brasil 2018, o candidato Bolsonaro (PSL) foi acusado de utilizar o aplicativo WahtsApp contra seu adversário Haddad (PT). De acordo com as informações, empresas tem comprado pacotes de envios em massa de mensagens falsas contra o PT.

Conforme o Jornal Folha de S.Paulo, desta quinta-feira (18), os pacotes são de envio de centenas milhões de mensagens. Estima-se que o valor dos contratos de serviços são em torno de R$12 milhões, cada. Contudo a pratica é reconhecida como doação para campanha. Ato totalmente ilegal.

Haddad Acusa Bolsonaro de Contratar Empresas para Prática Ilegal

Entre as empresas que contrataram os pacotes de mensagens está a Havan. Essas empresas adquirem o pacote de mensagens com “envio em massa”. O conteúdo das mensagens são a favor de Bolsonaro porém contra Haddad. Questionado sobre o tema, o dono da Havan, Luciano Hang disse ” não saber o que é isso” e que “não tem necessidade” de tal prática.

Veja também Eleições – Candidatos a Presidência 

Pode -se usar a base de usuários do candidato ou a agência digital disponibiliza uma base de terceiros. O que de acordo com a lei também é ilegal. Essas bases são contém especificações com região geográfica ou até mesmo renda. Entre as empresas que prestam esse tipo de serviço estão Quickmobile, a Yacows, Croc Services e SMS Market, por exemplo.

WhatsAppAplicativo WhatsApp Utilizado para Campanha Eleitoral – Gazeta do Povo

O candidato Haddad se posicionou sobre o tema em entrevista a rádio Tupi, RJ:

“O jornal comprova que o meu adversário Jair Bolsonaro, deputado há 28 anos, organizou, criou uma organização criminosa de empresários que, mediante caixa dois, dinheiro sujo, está patrocinando mensagens pelo WhatsApp mentirosas”. e ainda:

“Nós vamos pedir providências para a Justiça Eleitoral e para a Polícia Federal para que esses empresários corruptos sejam imediatamente presos para parar com essas mensagens de WhatsApp… Fazer conluio com dinheiro para violar a vontade popular é crime, as mensagens que ele está mandando por WhatsApp são todas pagas com caixa dois e ele vai ter que responder por isso”.

Juliangela Pereira

Juliangela Pereira

Brasileira, casada, formada em Gestão de Recursos Humanos pela Faculdade Pitágoras BH. Atuo como redatora de conteúdo, levando a informação de forma rápida, clara e objetiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *