Furacão Willa é Rebaixado para Depressão Tropical

O Centro Nacional de Furacões (NHC), informou no seu boletim recentemente que o furacão Willa pode chegar a provocar chuvas fortes no centro oeste do México, mas em algumas horas o fenômeno pode se dissipar. A tempestade tocou o chão do país em forma de furacão na noite da terça-feira, dia 23 de Outubro do ano de 2018.

O furacão que atingiu categoria 3 na costa mexicana foi rebaixado para depressão tropical neste dia 24 de Outubro, quarta feira. Depressão tropical é o termo usado para sistemas em que os ventos não ultrapassam os 62 km/h.

Furacão Willa é Rebaixado para Depressão Tropical

Com a chegada do furacão Willa ao México, mais de 4.200 pessoas precisaram abandonar suas casas preventivamente. Com ventos incríveis de até 195 km/h, o furacão assava pelo estado de Durango, a 90 km de Mazatlan, e se movia a 28 km/h para o nordeste do país.

Willa atingiu os estados mexicanos de  Sinaloa, Nayarit, Jalisco e Zacatecas, assim como a Ilhas Marias, onde está localizada uma prisão federal com aproximadamente 1.000 detentos. Em seguida começou a perder sua força. Segundo o Serviço Meteorológico Nacional (SMN) do México, o solo está saturado e a alertas de possíveis deslizamentos de terra e alagamentos na região.

A intervenção do governo tem sido crucial, as autoridades do governo já levaram os 4.250 deslocados para 58 abrigos temporários.

Resultado de imagem para furacão willaFoto: Agência Brasil

O governo instalou um abrigo com cerca de 2.500 moradores na comunidade de Escuinapa localizada no estado de Sinaloa, em que a maioria deles moram em casas construídas com material frágil em pequenos vilarejos da região dedicados à pescaria.

O furacão que tocou o solo às 22 horas do horário de Brasília, no começo chegou com rajadas de ventos medindo até 240 km/h e se movimentando com a velocidade de 17 km/h, segundo o NHC.

O chefe do ministério do Interior, Luis Felipe Pueonte disse o seguinte em coletiva de imprensa:

“Foram realizadas ações de evacuação preventiva nas zonas de alto risco e nos destinos turísticos. Foram evacuadas mais de 4.250 pessoas, já enviadas a 58 abrigos temporários”.

Emanuel Pereira

Emanuel Pereira

Nasci em Minas Gerais, sou estudante, redator, blogueiro e faço teatro. Colaboro com minhas ideias e pensamentos no âmbito da política, esporte e entretenimento, buscando informações verídicas sobre os fatos, citando sempre aquilo que está mais em alta no Brasil e também em outros países...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *