Gilmar Mendes Concede Habeas Corpus para Funcionário de Sérgio Cabral

Mais uma vergonha do STF onde o Senhor Ministro Gilmar Mendes cumpriu o seu papel de “libertador de presos”. Desta vez, o deserviço a sociedade brasileira garantiu a soltura de um ex-secretário do antigo Governador do Rio de Janeiro, que cumpri pena por vários crimes.

De acordo com o portal Jota.info, o ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes já mandou soltar nada menos do que 37 presos e investigados da operação Lava Jato.

Desta vez o beneficiado pela boa vontade do STF foi Wilson Carlos, investigado e preso no RJ, desde de 2016, após ordem do Juiz Marcelo Bretas. Mas a justiça prende e solta, e desta vez a alegação foi que o juiz não justificou adequadamente as razões para manter a prisão.

Gilmar Mendes STF

Ministro do STF Gilmar Mendes Manda Soltar mais um Preso

A lista é grande, já foram 37 presos soltos e devem vir outros por ai nos próximos dias. Entre os beneficiados estão: Daurio Speranzini Junior, executivo da GE e ex-executivo da Philips; Miguel Iskin, da Oscar Iskin; e Gustavo Stellita, sócio de Iskin em outras empresas.

O funcionário de Sergio Cabral cumpria pena de 34 anos de prisão por: lavagem de dinheiro, corrupção passiva e ainda organização criminosa.

Esperamos que o Senhor Excelentíssimo Ministro da Justiça Sergio Moro, chegue com os dois pés na porta e coloque fim a esta bagunça que está o sistema judiciário do Brasil. Realmente a sensação da população brasileira é de impunidade, o que gera mais desonestidade entre os brasileiros…

Veja ainda, Equipe de Jair Bolsonaro terá mais uma Mulher como Ministra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *