Haddad Reconhece que Houve Crimes em Governo Petista

Nesta segunda-feira (22) o candidato Haddad (PT) foi entrevistado pelos jornalistas do programa Roda Viva, TV Cultura. A produção programa informou que Jair Bolsonaro (PSL) também foi convidado para entrevista, porém não manifestou interesse em participar.

Durante a entrevista, o petista admitiu que “houve crimes não somente erros enquanto o PT esteve no governo”, portanto devem pagar por isso. Também fez declaração sobre o candidato adversário. Criticou diversas falas do discurso de Bolsonaro.

Haddad Fala da Campanha Adversária e dos Crimes do PT

Inicialmente, Haddad foi colocado como única opção democrática. Em resposta disse que o candidato do PSL não só “cultua a tortura” mas também tem como herói Coronel Brilhante Ustra, reconhecido como o “mais bárbaro” da ditadura militar.

Fernando Haddad no programa Roda Viva, TV CulturaFernando Haddad no programa Roda Viva, TV Cultura

Citou declarações que Bolsonaro fez de maneira indireta contra seus apoiadores prometendo “varrer os vermelhos” e “essa turma, se quiser ficar aqui, vai ter que se colocar sob a lei de todos nós. Ou vão para fora ou vão para a cadeia”. Para ele, o adversário está fazendo ameaças de “cadeia ou exílio”.

As declarações de Bolsonaro foram vistas pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso como “cheira a fascismo” e julgou “inacreditável” tais declarações. Haddad concordando com o ex-presidente disse: “Todo mundo que lutou por democracia sabe dos riscos que o Brasil está correndo”. E completou “Bolsonaro não tem cultura democrática, isso esta provado em centenas de vídeos”.

Veja também Propostas de Bolsonaro e Haddad 

Ao ser questionado sobre o governo da ex-presidente Dilma Rousseff, Haddad afirmou ter havido crimes de caixa 2, contudo o julgamento ainda não foi concluído.

“Mas certamente teve pessoas que usaram o financiamento de caixa 2, financiamento ilegal de campanha, para enriquecer. São dois crimes, o financiamento de caixa 2 e o enriquecimento, que é ainda mais grave. Acredito que teve gente que se valeu disso para enriquecer e sou a favor de punição exemplar para essas pessoas”. Declarou ele.

Finalmente, disse que o PT tem sim o lado bom, como crescimento econômico e justiça, por exemplo. E que deve ser considerado: “Eu represento um projeto que precisa ser resgatado. Houve problemas sim, já admiti em várias entrevistas, não tenho dificuldade com isso. Mas não podemos jogar o bebê fora com a água do banho”.

Juliangela Pereira

Juliangela Pereira

Brasileira, casada, formada em Gestão de Recursos Humanos pela Faculdade Pitágoras BH. Atuo como redatora de conteúdo, levando a informação de forma rápida, clara e objetiva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *