Ultima chance para quem tem direito de resgate do PIS/PASEP

O ministério do Planejamento declarou que, quem tem direito ao resgate do PIS tem até hoje, sexta-feira (28) para sacar. O prazo é para as pessoas que possem menos de 60 anos de idade.

Depois deste prazo, somente as pessoas com mais de 60 anos, aposentados, pessoas acometidos por doenças específicas ou por situação de  invalidez, e também herdeiros de cotistas poderam sacar o PIS.

Ultima chance para quem tem direito de resgate do PIS/PASEP

Segundo o Ministério do Planejamento, cerca de mais de 11 milhões de brasileiros tem direito ao saque. As pessoas que foram cadastradas no programa de Formação do Servidor Público (PASEP) seguem os mesmos critérios.

O PIS/PASEP é um programa para quem trabalhou de carteira assinada entre os anos 1971 e 1988. Quem começou a partir da data de 4 de Outubro de 1988, não tem direito ao saque.

Resultado de imagem para pis

Foto:Calculadora Fácil

O PIS/PASEP foi criado pelos militares durante o regime civíl-militar em 1970 com a finalidade de financiar o pagamento do seguro desemprego, abono e também para os trabalhadores das entidades públicas e privadas.

Segundo o Ministério do Planejamento, cerca de 6,5 milhões de pessoas que tem direito ao saque e são correntistas das agências bancárias Bradesco, Itaú, Santander, Bancoob, Sicred, Banestes, BRB e Mercantil poderam receber a sua quantia no débito automático.

As outras 5 milhões de pessoas deveram procurar alguma das agências da Caixa Econômica Federal ou Banco do Brasil. Lembrando que somente as pessoas que não apresentaram problemas com os dados pessoais com os seus bancos poderam receber em débito automático.

No caso das pessoas herdeiras de cotistas, eles devem comparecer, no caso do PIS, a qualquer agência da Caixa Econômica Federal, ou no caso do PASEP, ao Banco do Brasil com os seguintes documentos:

Caixa Econômica Federal

  • Documento de identificação pessoal do sacador válido
  • Certidão ou declaração de dependentes habilitados à pensão por morte expedida pelo INSS
  • No caso de servidor público, atestado fornecido pela entidade empregadora
  • Escritura Pública de Inventário e partilha
  • Comprovante de inscrição PIS-Pasep

Banco do Brasil

  • Certidão de óbito e certidão ou declaração de dependentes habilitados à pensão por morte emitida pelo INSS
  • Certidão de óbito e certidão ou declaração de dependentes habilitados à pensão por morte emitida pela entidade empregadora
  • Alvará judicial designando os beneficiários do saque
  • Escritura pública de inventário
Emanuel Pereira

Emanuel Pereira

Nasci em Minas Gerais, sou estudante, redator, blogueiro e faço teatro. Colaboro com minhas ideias e pensamentos no âmbito da política, esporte e entretenimento, buscando informações verídicas sobre os fatos, citando sempre aquilo que está mais em alta no Brasil e também em outros países...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *